Passar das Marcas: TIE ME UP
25/02/2016
0

Passar das Marcas dá destaque a designers, criadorxs e, lá está, marcas especiais e inovadoras que se enquadram no estilo Queer. Neste segundo PdM, destacamos a TIE ME UP de André Mariano (25 anos, Arquiteto e Designer) e João Figueira (24 anos, Engenheiro Civil e Bailarino). Reza assim:

A ponte que faltava entre o casual e o chique. A TIE ME UP é uma marca de vestuário e acessórios que usa as gravatas do passado para a concepção de peças irreverentes do presente. Este conceito inovador prende-se em perpetuar a memória de uma gravata clássica em objetos simples e de uso quotidiano. A TIE ME UP aparece no mercado como uma marca que pretende responder à necessidade de existirem peças de vestuário verdadeiramente casual chic. Isto é:  uma marca que seja versátil ao ponto de conseguir fazer a ponte entre o mundo formal e informal;  que se adapte ao estilo pessoal dos nossos clientes e às mais variadas situações em que se possam encontrar;  marca de design português que promete exclusividade; e elementos de vestuário suficientemente informais para ocasiões formais. Como? Usando e abusando da entidade de estatuto máximo no reino dos têxteis, a gravata!

 

 

TIE ME UP foi criada em Setembro de 2015 e surgiu numa conversa informal entre dois grandes amigos numa esplanada no Chiado. Surgiu como resposta a uma simples pergunta…porquê sempre camisa? Que tal compactuarmos com um código formal mas mantendo a nossa identidade? Este é o mote da marca que fez apaixonar os seus fundadores. Desde então, todo o processo criativo tem sido uma aventura muito recompensadora. Com apenas um mês e meio de existência, abriram portas a encomendas para testar o mercado com a coleção de abertura.

 

Loja Online

Facebook

Instagram

Vanda Noronha

Vanda Noronha

Pensar que esta pessoa é o nº 2 do Queering é dizer pouco. É a pessoa por detrás do ecrã que fez com que este site fosse possível. É também fotógrafa oficial do Queering style, e vai trazer-nos a agenda cultural queer mais interessante de todas.
Vanda Noronha

Artigos recentes por Vanda Noronha (ver todos)

Deixe uma resposta