desigualdade na ciencia
Desigualdade de Género na Ciência – i3S
29/01/2018
0
Quando:
05/02/2018@15:00_17:00
2018-02-05T15:00:00+00:00
2018-02-05T17:00:00+00:00
Onde:
Instituto de Investigação e Inovação em Saúde
R. Alfredo Allen
4200-135 Porto
Portugal

No mundo da ciência existem, tal como noutras áreas, desafios relacionados com a desigualdade de género. As investigadoras têm menor probabilidade de ser convidadas para fazer revisão de trabalhos ou de ser primeiras autoras, e os artigos com primeiras autoras são menos frequentemente citados. Existem também menos oportunidades de progressão de carreira para mulheres na ciência e disparidades na atribuição de bolsas de investigação.
Neste evento do HeForShe Porto iremos criar um espaço de conversa sobre esta temática premente na atualidade. Contaremos com uma apresentação por parte da professora Lígia Amâncio, seguida de uma mesa redonda onde ouviremos de Alexandre Quintanilha, Maria Inês Almeida, Maria José Oliveira e Mário Barbosa.

Junta-te a nós no próximo dia 5 de Fevereiro, às 15h, no auditório Mariano Gago no Instituto de Investigação e Inovação em Saúde da Universidade do Porto (i3S).
A entrada é livre após inscrição no link: https://goo.gl/qH3FpP.

Sobre os/as convidados/as:
Lígia Amâncio é professora catedrática de Psicologia Social no ISCTE, tendo desenvolvido trabalho de investigação de alcance internacional em estudos de género. Desempenhou também funções públicas no âmbito das políticas para a igualdade, tendo presidido à Comissão para a Igualdade e os Direitos das Mulheres e no âmbito da ciência, tendo sido delegada nacional ao sub-programa de Acção Melhoria do Potencial Humano e do Conhecimento Socio-económico, membro do Conselho Consultivo Europeu para a Investigação e membro do Conselho Diretivo da FCT.

Alexandre Quintanilha é investigador e professor jubilado na área da biofísica, tendo publicado mais de uma centena de trabalhos em revistas internacionais. Desempenhou inúmeros cargos em instituições nacionais e internacionais, incluindo como membro do “Women in Science Committee” da “Federation of European Biochemical Societies” (FEBS) e presidente do júri responsável pela atribuição das “Medalhas de Honra L’Oréal Portugal para as Mulheres na Ciência”. É atualmente deputado à Assembleia da República pelo Partido Socialista, sendo presidente da Comissão de Educação e Ciência.

Maria Inês Almeida é licenciada em Biologia Aplicada e doutorada em Ciências da Saúde, tendo estagiado no Leiden University Medical Center, na Holanda, e feito o seu trabalho de doutoramento no MDAnderson Cancer Center, na Universidade do Texas, EUA. Foi uma das investigadoras distinguidas na 13ª edição das “Medalhas de Honra L’Oréal Portugal para as Mulheres na Ciência” com um projeto de investigação centrado na regeneração óssea.

Maria José Oliveira é licenciada em Biologia e doutorada em “Health and Medical Sciences” pelo Hospital Universitário de Ghent, Bélgica. Em 2012, criou a equipa de “Microenvironments in Cancer Cell Invasion” enquanto investigadora da FCT, e em 2017 criou o grupo de “Tumour and Microenvironment Interactions”.

Mário Barbosa é licenciado em engenharia metalúrgica e biomateriais e doutorado em engenharia pela Universidade de Leeds, no Reino Unido. É professor catedrático na FEUP e no ICBAS e coordenador científico do grupo de investigação em novas terapias do INEB de que foi co-fundador e presidente. Foi também presidente da Junta Nacional para a Investigação Científica e Tecnológica (JNICT), entidade que precedeu a FCT. É atualmente diretor do i3S.

Fontes:
https://www.nature.com/polopoly_fs/1.21337!/menu/main/topColumns/topLeftColumn/pdf/541455a1.pdf?origin=ppub
https://elifesciences.org/articles/21718
http://doc.sciencenet.cn/upload/file/20131212152030894.pdf
https://www.nature.com/polopoly_fs/1.12550!/menu/main/topColumns/topLeftColumn/pdf/495022a.pdf

Queering style

Queering style

O queeringstyle é um espaço queer feminista, que tem como missão a visibilidade de discursos, de identidades variadas para que pessoas possam falar de si, estar e ocupar espaço.
Queering style